Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Os segredos das fontes de Mação

A exposição “Fontes… que segredos guardais?” da autoria do grupo de expressão plástica do Centro de Recuperação Infantil de Abrantes vai estar patente ao público, de 27 de Outubro a 7 de Novembro, em Mação.
As Fontes foram o tema proposto aos utentes do Grupo de Artes Plásticas do Centro de Actividades Ocupacionais do CRIA que, durante cerca de um ano, na sala ou no exterior junto de uma fonte, deu largas à criação e à sensibilidade. Olharam a fonte, observaram o seu espaço envolvente, sentiram a frescura das águas que correm e fizeram fotografias e esboços de lápis em papel. Na sala deram vida às telas e todas as emoções ganharam forma entre os dedos e o pincel.
Os artistas que integram esta colectiva de pintura são jovens com deficiência que, pela arte, mostram a sua visão do mundo e as suas capacidades artísticas. Esta é uma exposição marcada por um número significativo de trabalhos colectivos. Cada um fez o que mais gosta: o esboço da fonte desenhado à vista, a ampliação de uma imagem ou a pintura nas suas diferentes formas.
Cada fonte encerra em si memórias de muitos tempos, de épocas em que eram o único local onde as gentes da terra saciavam a sede, espaços de encontro e de convívio. Hoje são património que olhamos e que apela à nossa imaginação, às memórias e às tradições de muitas das nossas aldeias.
As obras que integram esta colectiva de artes plásticas são da autoria de Cristina Ambrósio, Marta Pinto, Nuno Dias, Nuno Heitor, Victor Hugo e ZéTó.
Trata-se de uma exposição muito especial, porque são telas que retratam parte do património dos concelhos de Abrantes e Mação, verdadeiros “tesouros de pedra e cal”.
A exposição estará patente ao público em diferentes locais de Mação, nomeadamente de 27 a 31 de Outubro no átrio do edifício dos Paços do Concelho, no dia 1 integrará um espaço próprio na Feira de Todos os Santos (um certame com fortes tradições na região) e de 2 a 7 as obras farão parte de um roteiro que aliará o comércio ao património no centro da Vila.
A passagem das telas por diferentes espaços tem como objectivo procurar uma maior proximidade a públicos heterogéneos, na perspectiva de levar as obras ao encontro das pessoas residentes no Concelho e também dos visitantes que se deslocam à tradicional Feira de Todos os Santos.
O evento promovido pelo Centro de Recuperação Infantil de Abrantes conta com o apoio da Câmara Municipal de Mação.
 

publicado por ocheirodesantarem às 17:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. teste live

. O cheiro a silêncio em Sa...

. Debate EM DIRECTO entre o...

. Fotos 02/06

. Feira da Agricultura de 5...

. Deolinda em Torres Novas ...

. "Moranguitos" promovem tu...

. Bruno Nogueira filma "ske...

. Benfiquistas comemoram tí...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds