Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

we interrupt this vacation program to bring you a special bulletin



As "férias", como gentilmente gosto de lhes chamar, estão a meio, mas não posso deixar de vos recomendar uma noite de poesia no bar Xantarim em Santarém com o Gonçalo Veiga e o John Paul Palmeiro (à guitarra). É já na sexta-feira e a entrada é à borla.
O conceito, como o Gonçalo explica neste post é o de uma noite de microfone aberto, onde os interessados podem chegar-se ao palco e dizer poesia, cantar ou fazer stand up...
música: a livros usados
publicado por ocheirodesantarem às 16:59
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Regresso ao Passado em Almoster




O Convento de Santa Maria, em Almoster, recebe a última sessão do espectáculo “História com Al’ Mêndoas”, no sábado, dia 19, às  21h30.

Uma produção do Teatrinho de Santarém integrada no projecto “Olhar a História” e que apresenta espectáculo multifacetado, com música, canto, dança, poesia, lendas, teatro e circo.

 

“História com Al’ Mêndoas” mostra-nos a preparação da festa do casamento de dois jovens amantes: Gaspar e Zoraida (ele cristão e ela muçulmana). É um espectáculo multicultural luso-árabe, com expressões artísticas que caracterizavam os dois povos em tempos medievais, e com rituais que ainda hoje se renovam. Os pais dos noivos juntam as duas famílias, numa demonstração que, através das artes, pretende passar a mensagem da tolerância e união entre povos, para a Paz no mundo.

 

A dança com Joana Grácio e o Ballet do Círculo Cultural Scalabitano, a música com o Grupo Jogralesca e Lioudmila Lítvinova do Conservatório de Música de Santarém, os sons da percussão árabe com o Duo David Lacerda, o canto com Sara Gabriel do Conservatório de Música de Coimbra, a poesia árabe com Gonçalo e Mira Assaf Veiga, o teatro e as lendas com o Teatrinho de Santarém e o circo com o Grupo Human’Arte, constituem um espectáculo de grande diversidade artística e importância histórico-cultural. 

 

A entrada é gratuita.

música: Árabe
publicado por ocheirodesantarem às 10:41
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 13 de Maio de 2007

Revolution OS - Para quando senhores?

Chamo-vos a atenção para este filme de 2001 porque acredito estarmos num ponto de viragem.
O filme chama-se "Revolution OS", foi realizado por J.T.S. Moore e conta a história dos movimentos de Software Livre e Aberto.
Ponto de viragem porque o Linux ganha terreno ao Windows e as pessoas começam a perceber que o Linux, principalmente através do Ubuntu, não é o bicho papão que pintam.
Para mim trata-se de devolver o conhecimento às pessoas e poupar milhões. Sim, largos milhões em licenças de utilização. Dinheiro que podia ser usado para outros fins, como a saúde, a educação ou a cultura. E, se administração central dá a mão a Gates por meia dúzia de tostões e uns protocolos para parecer bem, as autarquias mantêm-se caladinhas.

Há uns meses entrevistei o Paulo Trezentos, um dos criadores do Caixa Mágica, uma distribuição portuguesa de Linux (as distribuições são "pacotes de software" agrupados e personalizados por uma equipa ou comunidade), que vive em Santarém. Falei-lhe, por alto, na possibilidade da criação de uma distribuição regional, à semelhança daquilo que se fez em Espanha. Hoje, depois depois de instalar a nova versão do Ubuntu, o Feisty Fawn, no meu pc (usava o Fedora Core 6) voltei a lembrar-me do tal linux regional.

Ainda não fiz as contas, nem sei quanto a Câmara Municipal de Santarém e as outras autarquias do distrito gastam com licenças de software. Mas é certo que iriam poupar bastante. Os defensores do Windows diriam que "há os custos de formação". E aqui a porca torce o rabo, porque, de facto há muita gente a aproveitar-se do novo boom do linux para cobrar balúrdios por uma formação simples. Mas também se encontram formações acessíveis e muito mais baratas do que as licenças do Windows. Outra questão pertinente é: será que para usar o OpenOffice é necessário formação? Não creio. E sejamos francos, se um funcionário que trabalha com word não conseguir trabalhar com o editor de texto do Open Office então permitam-me duvidar da sua capacidade produtiva.

Prometo escrever mais sobre software livre/aberto e a sua utilização no distrito. Agora fiquem com 1 hora e 55 minutos de filme que eu gostava de mostrar aos autarcas deste distrito:


publicado por ocheirodesantarem às 22:40
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Maio de 2007

Vou ali ao jardim ver o Chaplin e já volto

Charlie ChaplinUm Senhor. O Senhor da Comédia (e da crítica social). Charles Chaplin vai ser a figura central de um ciclo de cinema ao ar livre de 23 a 31 de Maio, no Jardim da República, em Almeirim.

Uma organização do Círculo Solar- Maternidade de Ideias. A "entrada" é gratuita.

Quarta-feira 23 de Maio 2007, 21:30h
O Miúdo – 68' – 1921 – filme mudo

Quinta-feira, 24 de Maio 2007, 21:30h
A quimera do Ouro – 92'–1925 – filme mudo

Sábado, 26 de Maio 2007 , 21:30
O Circo – 96' - 1928 – filme mudo

Quarta-feira 30 de Maio 2007, 21:30
Tempos modernos – 83' - 1936 – filme mudo

Quinta-feira, 31 de Maio 2007, 21:30h
O Grande Ditador – 120' – 1940 – filme sonoro
música: a pólen de flores - ATCHHIM!
publicado por ocheirodesantarem às 22:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

Ohh, não passámos à final

Oh que surpresa! Portugal não passou à final de mais um festival da canção...
Sabrina e Emanuel... hmmm, depois de um grupo de heavy metal ter ganho... nós concorremos com Pimba! E aquela mania de cantar em várias línguas? Irra! parece que não aprendem que -flashing news- É FOLEIRO!!!!
sinto-me: Irra!
música: a fracasso
publicado por ocheirodesantarem às 22:38
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Dead Combo apresentam novo álbum


Os Dead Combo actuam no Teatro Virgínia, em Torres Novas no sábado, dia 12 de Maio, às 21h30. A banda é constituída por Tó Trips (Lulu Blind) e Pedro Gonçalves. Apresentam o seu último álbum Vol 2: Quando a Alma Não é Pequena.
E acreditem... vale mesmo a pena ir ver. O bilhete só custa 7,5€.

Podem comprar o álbum aqui e visitar o myspace deles aqui, que tem vídeos muito bons das algumas actuações. Recomendo
"Eléctrica Cadente Live at The Spitz with special Guest - Jim Black on drums"


música: a concerto
publicado por ocheirodesantarem às 15:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. teste live

. O cheiro a silêncio em Sa...

. Debate EM DIRECTO entre o...

. Fotos 02/06

. Feira da Agricultura de 5...

. Deolinda em Torres Novas ...

. "Moranguitos" promovem tu...

. Bruno Nogueira filma "ske...

. Benfiquistas comemoram tí...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds