Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Alcanena com exposição sobre Edgar Allan Poe

 

Estará patente no 1º Piso da Biblioteca Municipal Dr. Carlos Nunes Ferreira, em Alcanena, de 19 de Janeiro a 26 de Fevereiro, uma exposição biográfica de Edgard Allan Poe.

Edgard Allan Poe nasceu em Boston em 19 de Janeiro de 1809, filho de um casal de actores, David Poe Jr. e Elizabeth Arnold Hopkins Poe. Faleceu a 7 de Outubro de 1849 em Baltimore, Filadélfia, com apenas 40 anos, sozinho, na agonia e na pobreza. A sua própria morte está envolta em mistério, desconhecendo-se as causas exactas.

Um Mestre das histórias de mistério, ficção científica, horror e fantasia, foi um homem de grande imaginação. Considerado, juntamente com Júlio Verne, um dos pioneiros da literatura de ficção científica e fantástica modernas, foi também um dos autores mais influentes e mais lidos da literatura ocidental do século XX, tendo escrito contos clássicos de mistério e de terror, como o poema The Raven (em português “O Corvo”), que obteve sucesso instantaneamente.

publicado por Bruno Oliveira às 15:08
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 27 de Dezembro de 2009

Fados e café com Fernando Pessoa em Riachos

No âmbito da exposição sobre Fernando Pessoa, que decorre até 20 de Janeiro no Café "O Solar do Rainha" em Riachos, Torres Novas (ver notícia mais detalhada), decorreu este domingo, dia 27 de Dezembro, um momento cultural em que participaram dois fadistas amigos do pintor Gomes Pereira, autor dos quadros desta exposição.

Foi num ambiente informal e descontraído que Zé Perdigão e Teresa Tapadas (natural da terra) cantaram alguns fados, acompanhados também por músicos da região, Carlos Lima (viola), Bruno "Neco" (guitarra portuguesa) e Rui Santos (contrabaixo).

Aqui ficam algumas imagens desse encontro memorável.

 

 

publicado por Bruno Oliveira às 20:25
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Almeirinense com mais de 500 presépios

 

 

Teresa Filipe, educadora de infância residente em Almeirim, escolheu uma velha adega para mostrar cerca de 500 presépios, menos de metade da colecção que foi reunindo nos últimos oito anos.

"Não sei exactamente quantos presépios tenho porque ainda não estão todos catalogados, mas seguramente são mais de mil", disse à agência Lusa, confessando que o "sinal", o "ponto de partida" para esta colecção chegou com o presépio que lhe foi oferecido 2000 pela Equipa de Jovens de Nossa Senhora, à qual pertencia.

"A partir daí houve um envolvimento e um entusiasmo muito grande" não só por parte do casal, mas da própria família e dos amigos, e dos amigos dos amigos, que permitiram enriquecer a sua colecção com presépios de todo o Mundo.

"É uma colecção infindável", disse, sublinhando que o crescente interesse das pessoas pela colecção de presépios levou os próprios artesãos a fazerem mais peças, encontrando-se hoje uma oferta muito diversificada.

À entrada da sua exposição, na Rua dos Charcos, junto ao antigo Instituto da Vinha e do Vinho, em Almeirim, 5.000 rolhas de cortiça formam o presépio que nasceu das mãos do escultor José da Costa, abrindo caminho à descoberta de milhares de peças, de vários tamanhos, materiais e origens.

Desde os presépios africanos, como os de pau-preto de Angola e Moçambique, à alegria das cores, e imaginação, do Peru, aos vidros de Itália ou as rendas de Bruxelas, às figuras características de Portalegre ou ao traço inconfundível do artesão de Mafra Jorge Batalha (com o seu divertido presépio metido dentro de um Volkswagen Carocha).

A colecção de Teresa Filipe conta com a originalidade que nasceu do desafio que lançou à mãe, para que fizesse um presépio em lã, figuras que se multiplicaram e que actualmente são vendidas em feiras de artesanato um pouco por todo o país.

A umas dezenas de quilómetros, no Museu Escolar do Concelho do Cartaxo, situado em Vale da Pinta, perto de 500 presépios ocupam o espaço que foi possível disponibilizar para acolher as peças feitas especialmente por escolas, centros de dia e outras instituições do concelho ou ainda as que foram cedidas por particulares, como os presépios de vários pontos do Mundo reunidos por um dos munícipes.

Depois de uma semana dedicada às visitas escolares, o Museu vai receber, na semana do Natal, a visita dos utentes de lares e centros de dia, tendo já agendadas visitas de instituições doutros concelhos para Janeiro, disse à Lusa Carla Neves, directora técnica do Museu.

Nas antigas instalações da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, estão em exposição presépios feitos por escolas, freguesias e paróquias do concelho, sendo ainda possível visitar, até dia 23, a exposição de presépios de todo o mundo patente na Sala Polivalente do Hospital de Santarém.

A exposição, com 180 peças de particulares que os cederam para a exposição, conta ainda com 12 originais a concurso, elaborados pelos diversos Departamentos do Hospital.

Na Póvoa de Santarém, o ex-presidente da Junta de Freguesia, Eurico Ribeiro, abre as portas da garagem da sua casa, até 06 de Janeiro, para quem quiser ver o presépio com 250 figuras que montou no último mês com a ajuda da família.

publicado por Bruno Oliveira às 18:05
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 1 de Dezembro de 2009

Fernando Pessoa em exposição interactiva em Riachos

 

O artista plástico e pintor riachense José Gomes Pereira há muito que dedica o seu trabalho à obra de Fernando Pessoa. De 2004 a 2007 pintou um conjunto de 18 quadros dedicados ao poeta e aos seus heterónimos, quadros esses que estiveram em exposição no Casino da Figueira da Foz em Maio 2008 e que hoje se encontram espalhados um pouco por todo o mundo.


Desta feita o artista organizou, em parceria com o Café “Solar do Rainha”, em Riachos (Torres Novas), uma “Exposição Interactiva” na qual o visitante pode conhecer alguns dos seus quadros originais e reproduções, mas também participar num conjunto de reflexões e actividades interactivas como sejam a leitura de poemas, música ao vivo e ainda candidatar-se ao “Prémio Pessoa” através do envio de opiniões, críticas, pareceres ou propostas sobre a exposição e a obra de Fernando Pessoa.


A exposição estará patente de 1 de Dezembro a 17 de Janeiro e o “Prémio Pessoa” decorre de 20 de Dezembro a 10 de Janeiro. Os trabalhos podem ser enviados para o e-mail do autor ja.gomespereira@gmail.com ou entregues por correio ou pessoalmente no Solar do Rainha em Riachos. Os “amantes de Pessoa” podem ainda participar num concurso de poesia, que decorre de 10 a 16 de Janeiro e cujo vencedor receberá um prémio e terá o seu poema lido no dia 17 de Janeiro, no encerramento da exposição.


Em exposição e para compra estarão também exemplares do Calendário Perpétuo, organizado por José Calrão a partir da obra de Gomes Pereira e no qual estão inscritas datas de nascimento de 365 personalidades mundiais de relevo.

 

publicado por Bruno Oliveira às 21:39
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 16 de Maio de 2009

Portugal Europeu: Meio século de história em exposição no W Shopping

 

Meio século da história portuguesa, 50 anos dividos em 4 épocas, é o mote da exposição Portugal Europeu: Meio Século de História, que está patente no 1º piso do W Shopping em Santarém, Aqui pode conhecer alguns dos principais factos da história contemporânea portuguesa, desde o fim da 2ª guerra mundial até à crise do regime, passando pela Guerra de África até à queda do Estado, e ainda por dois outros períodos, um desde a Revolução de 74 até à adesão à CEE em 1986 e outro desde esta altura até ao Tratado de Lisboa.

 

A exposição mostra momentos altos da presença de Portugal na Europa como as prediências portuguesas da União, os comissários portugueses, a eleição de Durão Barroso para presidente da Comissão Europeia e ainda o Tratado de Lisboa.

 

 

publicado por Bruno Oliveira às 19:11
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Coisas Simples de Nini

A Biblioteca Municipal de Tomar homenageia um tomarense de magnífica devoção. A exposição biobibliográfica "Coisas Simples de Nini" decorrerá entre 8 a 30 de Novembro no átrio da Biblioteca Municipal de Tomar, sendo a inauguração dia 8, pelas 16h30. Nesse mesmo dia, realizar-se-á, igualmente, o Sarau Cultural "Fatias de Nini", pelas 17h00, no Auditório da Biblioteca.

publicado por ocheirodesantarem às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Os segredos das fontes de Mação

A exposição “Fontes… que segredos guardais?” da autoria do grupo de expressão plástica do Centro de Recuperação Infantil de Abrantes vai estar patente ao público, de 27 de Outubro a 7 de Novembro, em Mação.
As Fontes foram o tema proposto aos utentes do Grupo de Artes Plásticas do Centro de Actividades Ocupacionais do CRIA que, durante cerca de um ano, na sala ou no exterior junto de uma fonte, deu largas à criação e à sensibilidade. Olharam a fonte, observaram o seu espaço envolvente, sentiram a frescura das águas que correm e fizeram fotografias e esboços de lápis em papel. Na sala deram vida às telas e todas as emoções ganharam forma entre os dedos e o pincel.
Os artistas que integram esta colectiva de pintura são jovens com deficiência que, pela arte, mostram a sua visão do mundo e as suas capacidades artísticas. Esta é uma exposição marcada por um número significativo de trabalhos colectivos. Cada um fez o que mais gosta: o esboço da fonte desenhado à vista, a ampliação de uma imagem ou a pintura nas suas diferentes formas.
Cada fonte encerra em si memórias de muitos tempos, de épocas em que eram o único local onde as gentes da terra saciavam a sede, espaços de encontro e de convívio. Hoje são património que olhamos e que apela à nossa imaginação, às memórias e às tradições de muitas das nossas aldeias.
As obras que integram esta colectiva de artes plásticas são da autoria de Cristina Ambrósio, Marta Pinto, Nuno Dias, Nuno Heitor, Victor Hugo e ZéTó.
Trata-se de uma exposição muito especial, porque são telas que retratam parte do património dos concelhos de Abrantes e Mação, verdadeiros “tesouros de pedra e cal”.
A exposição estará patente ao público em diferentes locais de Mação, nomeadamente de 27 a 31 de Outubro no átrio do edifício dos Paços do Concelho, no dia 1 integrará um espaço próprio na Feira de Todos os Santos (um certame com fortes tradições na região) e de 2 a 7 as obras farão parte de um roteiro que aliará o comércio ao património no centro da Vila.
A passagem das telas por diferentes espaços tem como objectivo procurar uma maior proximidade a públicos heterogéneos, na perspectiva de levar as obras ao encontro das pessoas residentes no Concelho e também dos visitantes que se deslocam à tradicional Feira de Todos os Santos.
O evento promovido pelo Centro de Recuperação Infantil de Abrantes conta com o apoio da Câmara Municipal de Mação.
 

publicado por ocheirodesantarem às 17:54
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

Exposição solidária em Rio Maior

 

Na Casa Senhorial D´El Rei D. Miguel / Casa da Cultura João Ferreira da Maia de Rio Maior está patente até dia 29 de Setembro uma exposição colectiva de serigrafias, de tiragens limitadas, devidamente numeradas e assinadas por alguns dos mais conceituados autores portugueses.

 

As vendas (a um preço especial de lançamento), revertem para a construção em Lisboa de um Centro de Juventude para a Educação Artística da APCC - Associação para a Promoção Cultural da Criança.

 

A exposição, intitulada “Por Uma Obra Para Todos…”, foi inaugurada no passado dia 29 de Agosto, fazendo parte do programa da Frimor 2008 - Feira Nacional da Cebola.

 

publicado por ocheirodesantarem às 14:32
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Ruy Belo na Biblioteca de Santarém

Uma exposição evocativa dos 75 anos do nascimento e dos 30 anos da morte do poeta Ruy Belo vai estar patente ao público, de 1 a 26 de Setembro, na Biblioteca Municipal de Santarém.
Ruy Belo nasceu em S. João da Ribeira, no concelho de Rio Maior, em 1933. Foi aluno do liceu de Santarém e cursou Direito, primeiro na Universidade de Coimbra, depois na Universidade de Lisboa, onde se diplomou em 1956. De partida para Roma, doutorou-se em Direito Canónico na Universidade de S. Tomás de Aquino. Em Lisboa, frequentou também a Faculdade de Letras, terminando em 1967 a licenciatura em Filologia Românica. Para além de actividade no domínio editorial, Ruy Belo foi também professor. Leitor na Universidade de Madrid desde 1971, regressou ao país em 1977, vindo a falecer de modo súbito em 8 de Agosto de 1978.
Nome de destaque na poesia portuguesa contemporânea, exerceu igualmente intensa actividade de ensaísta e crítico literário. Da sua obra poética fazem parte Aquele Grande Rio Eufrates (1961), Boca Bilingue (1966), Despeço-me da Terra da Alegria (1977).
Apesar do curto período de actividade literária, Ruy Belo tornou-se num dos maiores poetas portugueses da segunda metade deste século tendo as suas obras sido reeditadas diversas vezes.
Destacou-se ainda pela tradução de autores como Antoine de Saint-Exupéry, Montesquieu, Jorge Luís Borges e Federico García Lorca.
 

publicado por ocheirodesantarem às 11:34
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

O património da Glória do Ribatejo em exposição

A Associação para a Defesa do Património Etnográfico e Cultural da Glória do Ribatejo, promove a Exposição "Artes da Agulha e do Dedal na Glória do Ribatejo" e ainda o lançamento do livro "Os Bordados a Ponto de Cruz da Glória do Ribatejo".

Estas actividades terão lugar no dia 23 de Agosto, pelas 17h30m no Museu Etnográfico da Glória do Ribatejo.

Em anexo envio o Cartaz e ainda um documento em PDF que ajuda a perceber a dimensão do trabalho realizado pela Associação para a Defesa do Património Etnográfico e Cultural da Glória do Ribatejo.


publicado por ocheirodesantarem às 15:25
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Alcanena com exposição so...

. Fados e café com Fernando...

. Almeirinense com mais de ...

. Fernando Pessoa em exposi...

. Portugal Europeu: Meio sé...

. Coisas Simples de Nini

. Os segredos das fontes de...

. Exposição solidária em Ri...

. Ruy Belo na Biblioteca de...

. O património da Glória do...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds