Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Os segredos das fontes de Mação

A exposição “Fontes… que segredos guardais?” da autoria do grupo de expressão plástica do Centro de Recuperação Infantil de Abrantes vai estar patente ao público, de 27 de Outubro a 7 de Novembro, em Mação.
As Fontes foram o tema proposto aos utentes do Grupo de Artes Plásticas do Centro de Actividades Ocupacionais do CRIA que, durante cerca de um ano, na sala ou no exterior junto de uma fonte, deu largas à criação e à sensibilidade. Olharam a fonte, observaram o seu espaço envolvente, sentiram a frescura das águas que correm e fizeram fotografias e esboços de lápis em papel. Na sala deram vida às telas e todas as emoções ganharam forma entre os dedos e o pincel.
Os artistas que integram esta colectiva de pintura são jovens com deficiência que, pela arte, mostram a sua visão do mundo e as suas capacidades artísticas. Esta é uma exposição marcada por um número significativo de trabalhos colectivos. Cada um fez o que mais gosta: o esboço da fonte desenhado à vista, a ampliação de uma imagem ou a pintura nas suas diferentes formas.
Cada fonte encerra em si memórias de muitos tempos, de épocas em que eram o único local onde as gentes da terra saciavam a sede, espaços de encontro e de convívio. Hoje são património que olhamos e que apela à nossa imaginação, às memórias e às tradições de muitas das nossas aldeias.
As obras que integram esta colectiva de artes plásticas são da autoria de Cristina Ambrósio, Marta Pinto, Nuno Dias, Nuno Heitor, Victor Hugo e ZéTó.
Trata-se de uma exposição muito especial, porque são telas que retratam parte do património dos concelhos de Abrantes e Mação, verdadeiros “tesouros de pedra e cal”.
A exposição estará patente ao público em diferentes locais de Mação, nomeadamente de 27 a 31 de Outubro no átrio do edifício dos Paços do Concelho, no dia 1 integrará um espaço próprio na Feira de Todos os Santos (um certame com fortes tradições na região) e de 2 a 7 as obras farão parte de um roteiro que aliará o comércio ao património no centro da Vila.
A passagem das telas por diferentes espaços tem como objectivo procurar uma maior proximidade a públicos heterogéneos, na perspectiva de levar as obras ao encontro das pessoas residentes no Concelho e também dos visitantes que se deslocam à tradicional Feira de Todos os Santos.
O evento promovido pelo Centro de Recuperação Infantil de Abrantes conta com o apoio da Câmara Municipal de Mação.
 

publicado por ocheirodesantarem às 17:54
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Encontro de Bandas em Mação

A Vila de Mação acolhe, no próximo dia 21 de Setembro, o VIII Encontro de Bandas, uma iniciativa da Filarmónica União Maçaense que marcará o encerramento dos “Jardins de Verão” e que vai proporcionar uma tarde de boa música à população.
Este ano estarão presentes a Banda de Oleiros, a Banda Nabantina (Tomar) e a Banda anfitriã (Filarmónica União Maçaense).

À semelhança dos anos anteriores, as Bandas Filarmónicas vão iniciar este Encontro com percursos individuais pelas ruas de Mação até ao Largo dos Bombeiros Voluntários, onde depois se reúnem para o desfile conjunto até ao Largo do Matadouro.
O Encontro de Bandas culminará com um Concerto no Jardim Municipal de Mação.

PROGRAMA

15h – Início dos percursos individuais das Bandas Filarmónicas

– Banda de Oleiros: Av. Sá Carneiro (Restaurante Mansinho) – Rua Tenente Coronel Francisco Pedro Curado – Largo dos Bombeiros Voluntários

– Banda Nabantina (Tomar): Largo Dr. Samuel Mirrado (Igreja Matriz de Mação) – Rua Monsenhor Álvares de Moura – Largo dos Bombeiros Voluntários

– Banda de Mação: Praça Gago Coutinho – Rua Francisco Serrano – Rua Padre António Pereira de Figueiredo – Largo dos Bombeiros Voluntários

15.30h – Desfile conjunto das Bandas, pela Câmara Municipal de Mação até ao Largo do Matadouro

16.30h – Concerto a realizar pelas Bandas no Jardim Municipal de Mação

 

publicado por ocheirodesantarem às 09:00
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

Bandas filarmónicas animam ruas de Mação

 

A Vila de Mação acolhe, no próximo dia 21 de Setembro, o VIII Encontro de Bandas, uma iniciativa da Filarmónica União Maçaense que marcará o encerramento dos “Jardins de Verão” e que vai proporcionar uma tarde de boa música à população.
Este ano estarão presentes a Banda de Oleiros, a Banda Nabantina (Tomar) e a Banda anfitriã (Filarmónica União Maçaense).

À semelhança dos anos anteriores, as Bandas Filarmónicas vão iniciar este Encontro com percursos individuais pelas ruas de Mação até ao Largo dos Bombeiros Voluntários, onde depois se reúnem para o desfile conjunto até ao Largo do Matadouro.
O Encontro de Bandas culminará com um Concerto no Jardim Municipal de Mação.

 

 

 

 

 

Programa:

15h – Início dos percursos individuais das Bandas Filarmónicas

– Banda de Oleiros: Av. Sá Carneiro (Restaurante Mansinho) – Rua Tenente Coronel Francisco Pedro Curado – Largo dos Bombeiros Voluntários

– Banda Nabantina (Tomar): Largo Dr. Samuel Mirrado (Igreja Matriz de Mação) – Rua Monsenhor Álvares de Moura – Largo dos Bombeiros Voluntários

– Banda de Mação: Praça Gago Coutinho – Rua Francisco Serrano – Rua Padre António Pereira de Figueiredo – Largo dos Bombeiros Voluntários

15.30h – Desfile conjunto das Bandas, pela Câmara Municipal de Mação até ao Largo do Matadouro

16.30h – Concerto a realizar pelas Bandas no Jardim Municipal de Mação
 

publicado por ocheirodesantarem às 09:50
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Museu no Shopping de Torres Novas

 

O Museu de Arte Pré-Histórica de Mação vai inaugurar um Espaço de Ciência, Animação e Reflexão numa superfície comercial. Entre 2 e 10 de Agosto o Museu de Arte Pré-Histórica de Mação vai estar no Torres Shopping com actividades dos serviços educativos e com uma exposição de réplicas de peças.

 

A exposição apresenta réplicas do Museu e da região do Alto Ribatejo elaboradas por Pedro Serra e Miguel Neto, bem como de alguns painéis de Arte Rupestre do Vale do Ocreza.

 

Este acontecimento enquadra-se numa colaboração entre o Museu e esta superfície comercial pretendendo divulgar dos conteúdos do Museu, mas sobretudo sensibilizar os cidadãos para o Património Arqueológico.

 

No shopping de Torres Novas os visitantes vão encontrar-se com o Andakatu um viajante no tempo que ensina, ciência, arte e tecnologia promovendo ateliers muito interessantes. Também desde o dia 2 mas até 10 de Agosto estará patente uma exposição de réplicas do Museu de Arte Pré-histórica e do Sagrado do Vale do Tejo e Parque Arqueológico do Ocreza.
 

publicado por ocheirodesantarem às 21:21
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

Mário Tropa expõe “Interioridades”



A Exposição "Interioridades: Desenho e Pintura de Mário Tropa", na localidade de Castelo, Concelho de Mação foi inaugurada no dia 3 de Maio.

Numa tarde de primavera, na calma da aldeia de Castelo, debaixo das fantásticas palmeiras da casa que acolhia os presentes foi inaugurada a exposição de Mário Tropa.
O Vereador da Cultura, José Almeida, começou por explicar que aquando do primeiro contacto de Mário Tropa com a Câmara Municipal de Mação para fazer a exposição não havia sala de exposições disponível porque está a ser remodelada. Mário Tropa disse-lhe, então, que poderia conseguir o espaço, mas seria na aldeia de Castelo. José Almeida achou “interessante a ideia de se fazer uma exposição numa aldeia”. Na sessão de inauguração, afirmou que “ainda não vi a exposição, nem conheço o espaço, mas acredito que vamos ter uma surpresa muito interessante”.

Antes de abrir a porta da “loja” da típica casa de aldeia Mário Tropa preparou os presentes para a exposição. Começou por explicar que “o primeiro desenho exposto tem 44 anos e mostra a diferença, permite perceber a evolução que se consegue com o tempo”. Mário Tropa explicou também o tema da exposição “interioridades” e explicou que escolheu “interioridades porque tem a ver com o Castelo mas também com a minha própria interioridade”. Aqui foi definido um conceito para a exposição no sentido de que na interioridade “é tudo pensado, são coisas construídas com memórias do que vivi, são fragmentos, são colagens”. Feita a introdução à sua arte Mário Tropa deixou o desafio, que faz a todos quantos vão visitar a exposição, de que “não levem os títulos muito a sério, descubram cada um de vós o que os quadros e desenhos representam”. Deixou ainda uma pista a esta descoberta e disse que “aquilo que parece não é e aquilo que é não parece”.

A porta da “loja”, ou “aloja” como diziam os antigos, foi então aberta e entrou-se no espaço atelier de Mário Tropa onde os seus quadros preenchem as paredes brancas e amplas e onde, num canto, permanece, como que parada no tempo, uma lareira de chão, antiga, desactivada e a inspirar, também ela, histórias e “interioridades”.

Os quadros, com as suas formas e cores, aqueles “fragmentos de memórias” traduzem as interioridades de Mário Tropa e, naquela casa, daquela aldeia, merecem ser visitados e descobertos apelando, quem sabe, à interioridade de cada um.

Num excerto de uma carta de Franz Kafka a Oskar Pollak escolhido por Mário Tropa para o catálogo da Exposição lê-se “Quando estás na minha frente e me olhas, que sabes tu dos sofrimentos que estão em mim, e que sei eu dos teus? E se me atirasse aos teus pés falando-te de mim, que mais saberias do que o que sabes do Inferno quando alguém te conta que é quente e terrível?”. É um apelo à descoberta de “Interioridades”.

A exposição, que representa um desafio e se descobre com prazer, pode ser visitada até dia 31 de Maio, na localidade de Castelo, aos sábados e domingos, das 15h às 19 horas.
publicado por ocheirodesantarem às 19:21
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Março de 2008

Ferreira do Zêzere recebe festival Gastronómico



O concelho de Ferreira do Zêzere vai ser o local escolhido para o I Festival Gastronómico de Lagostim de rio, "procambarus clarkii" em Portugal, a ter lugar em Abril de 2008 nos restaurantes aderentes deste concelho, às Sextas*, Sábados e Domingos.

 

Este evento, pretende ser um incentivo à riqueza e diversidade gastronómica através da criação de novos pratos com base num recurso natural pouco valorizado e que existe em abundância no concelho. Espera-se que venha a ser uma solução rentável para o problema que a abundância deste crustáceo apresenta para o equilíbrio ecológico do rio Zêzere e seus afluentes.

Apesar do conceito de Festival Gastronómico não ser uma novidade, o segredo está no ingrediente utilizado o Lagostim de Rio "procambarus clarkii", que nunca teve honras de cartaz num evento deste género no nosso país, nem na gastronomia portuguesa.

Este lagostim vermelho que é considerado uma "praga biológica" por biólogos e pescadores, é uma iguaria de requinte em países como a França, Alemanha, EUA e China.

 

Restaurantes aderentes:

A Grelha tel.: 249 362 300

Estalagem Lago Azul (Castanheira) tel.: 249 361 654

Fonte de Cima (Dornes) tel.: 249 366 302

Lago Azul tel.: 914 158 364

Noite Azul (Águas Belas) tel.: 249 366 139

Pizzaria Toscana tel.: 249 362 315

* Sextas, só jantares.

música: a lagostim entranhado nas unhas
publicado por ocheirodesantarem às 01:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Festival de teatro em Mação

 

O Cine-Teatro Municipal de Mação recebe já no próximo fim-de-semana o IX FESTEM – Festival de Teatro de Mação. Uma iniciativa do Grupo Cultural "Os Maçaenses" que promete momentos bem agradáveis e divertidos, nos dias 29 e 30 de Setembro.
No sábado, 29, às 21 horas, o Grupo Getas do Centro Cultural de Sardoal apresenta a peça "A Birra do Morto", uma comédia de Vicente Sanches, com encenação de Pedro Agudo.
No domingo, 30, às 17.30h, o Grupo de Teatro da Associação Recreativa e Cultural da Serra sobe ao palco com a peça "Surdas e Tolas".
A fechar o IX FESTEM, o grupo de teatro anfitrião "Os Maçaenses" apresenta "A Estátua" que, à semelhança das outras peças, promete arrancar grandes gargalhadas ao público.

música: a rosmaninho
publicado por ocheirodesantarem às 09:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Os segredos das fontes de...

. Encontro de Bandas em Maç...

. Bandas filarmónicas anima...

. Museu no Shopping de Torr...

. Mário Tropa expõe “Interi...

. Ferreira do Zêzere recebe...

. Festival de teatro em Maç...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds