Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Bienal reúne 53 artistas em Coruche

 

A terceira edição da Bienal de Coruche, que decorre de 4 a 21 de Outubro, vai apresentar 53 artistas e 72 obras.

A organização recebeu 545 trabalhos, originais de 324 criadores que tentaram entrar a concurso.

No próximo dia 4 de Outubro, momentos antes da inauguração o júri anunciará o grande vencedor, bem como as obras distinguidas com menções honrosas.


O júri desta edição é composto por: Rui de Brito, director da Galeria 111 e responsável pela impar colecção “Manuel de Brito”; Pedro Casqueiro, conceituado pintor; Arq.º Carlos Janeiro, comissário e fundador da Bienal de Coruche e Dulce Patarra, Técnica do Museu Municipal de Coruche.

O grande prémio Bienal de Coruche no valor de 3.500 euros é um alto patrocínio do Banco Espírito Santo.


O antigo Salão de Festas Alcorucen vai acolher o evento. Os visitantes poderão aí apreciar as obras seleccionadas e assistirem a alguns momentos espectáculos de grande qualidade:

- Dia 4 de Outubro, tocam “Las Guitarras Locas”, duo de excepcionais guitarristas com um repertório que flutua entre o flamenco e o jazz, notando-se ainda nos executantes uma clara influência do “monstro” Paco de Lucía.

- Dia 6 de Outubro, o genial pianista Caio Pagano está em Portugal para executar em Coruche o espectáculo “A loucura na Música e na Pintura”, um concerto comentado e que promete ser um dos momentos altos da Bienal.

- Dia 13 de Outubro, Jorge Palma ao vivo, um dos mais brilhantes compositores portugueses está de volta a Coruche, numa altura em que tem um novo álbum intitulado “Vôo Nocturno”.

- Dia 20 de Outubro, “Um Retrato” e “Bocage na Taberna do Parras”, dois momentos teatrais, duas visões pictóricas.


A Bienal de Coruche tem nesta edição a “companhia” de mais duas iniciativas, que apesar de não interagirem directamente com a Bienal, complementam com eficácia a oferta turística de Coruche, no fim-de-semana de 12, 13 e 14 de Outubro. Em paralelo realizam-se as 19as. Jornadas de Gastronomia e a 23a. Feira do Livro.

sinto-me:
música: a tinta fresca
publicado por ocheirodesantarem às 00:13
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. teste live

. O cheiro a silêncio em Sa...

. Debate EM DIRECTO entre o...

. Fotos 02/06

. Feira da Agricultura de 5...

. Deolinda em Torres Novas ...

. "Moranguitos" promovem tu...

. Bruno Nogueira filma "ske...

. Benfiquistas comemoram tí...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds