Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Feira da Agricultura até 15 de Junho

 

O Centro Nacional de Exposições, em Santarém, realiza de 7 a 15 de Junho a 45ª Edição da Feira Nacional de Agricultura, com o objectivo de dar a conhecer os produtos da terra, as tradições nacionais e estimular o crescimento do sector agrícola em Portugal. Tendo este ano a “Alimentação Saudável” como tema central, o evento abrange o 1º Salão Nacional da Alimentação, o 2º Salão Nacional do Azeite e o já prestigiado Portuguese Wine Fair / Festival Nacional do Vinho

A 45ª Feira Nacional de Agricultura / 55ª Feira do Ribatejo, a decorrer de 7 a 15 de Junho, no Centro Nacional de Exposições (CNEMA), em Santarém, é um evento de carácter nacional, impulsionador das tradições culturais do país, que presta um importante contributo na divulgação dos produtos agrícolas portugueses, contribuindo para a sua promoção quer no plano nacional, quer internacional.

Palco privilegiado para o debate das questões emergentes e decorrentes dos desafios que o sector enfrenta, a Feira Nacional de Agricultura representa uma oportunidade para as empresas partilharem com os seus actuais e potenciais clientes os produtos e serviços inovadores que dispõem conjugando, simultaneamente, a vertente negócio com momentos de lazer e convívio.

Com a “Alimentação Saudável” como tema central da edição deste ano, a Feira Nacional da Agricultura abrange ainda o 1º Salão Nacional da Alimentação, 2º Salão Nacional do Azeite e o Portuguese Wine Fair, o já conceituado Festival Nacional do Vinho.

Procurando a troca de experiências e de conhecimentos, decorrerão ainda no âmbito da Feira Nacional de Agricultura fóruns de reflexão sob a forma de encontros, congressos e seminários como:
Exame de Saúde da PAC, PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural: Principais Aspectos de Implementação, Dinamização das Zonas Rurais e Diversificação das Actividades nas Exportações Agrícolas, “A crise alimentar mundial e os impactos na agricultura e na economia portuguesa”, A dieta mediterrânica: tradição e saúde, O Futuro dos Cereais leguminosas e proteaginosas, A Política ambiental na fiscalidade sobre a Agricultura, Sementeira Directa, Mundo Rural – um Mundo de oportunidades; A Ciência e o Cavalo; ; Micro-Algas; Rotas do Vinho; Representatividade e Comunicação do Folclore, “Os incentivos económicos e o desenvolvimento económico local e regional”, entre outros.

Num espaço que leva ao contacto constante com o meio ambiente, contando o recinto do CNEMA com vários campos de cultivo de cariz pedagógico tais como cardo, colsa, girassol ou trigo, os visitantes da Feira encontrarão um ambiente de cariz tradicional, onde poderão ver e provar as mostras dos produtos nacionais e usufruir de espaços dedicados a iniciativas da região como por exemplo desfiles e provas de campinos, actividades equestres, exibições de folclore e música tradicional e popular. Os visitantes poderão também disfrutar de diversas tasquinhas e restaurantes com os melhores sabores e paladares.

Nota de realce para as já famosas Largadas, este ano com Toiros que nunca foram corridos e para as Bandas que vão acompanhar este imponente espectáculo, à semelhança do que acontece nas Praças de Toiros.

 


À noite o lema será “o nascer do dia é o limite”. Uma Mega- Discoteca fará as delícias dos mais jovens e dos apreciadores das melhores batidas. Bandas como os “Tara Perdida”, “Dezperados”, “Stone Free”, “Vulture”, Dj's como “Dj Chus”, “Dj Vassalo”, “Dj Balin”, “Dj Enigma” ou ainda artistas como José Cid prometem muita animação.

Numa vertente mais tradicional, o CNEMA realiza a 8 de Junho o Encontro do Folclore Português; uma iniciativa em colaboração com a Federação do Folclore Português que conta com cerca de 50 ranchos que animarão todo o recinto com cantares e demonstrações.

Nos dias 7, 10, 14 e 15 os visitantes da FNA poderão ainda encontrar um espaço dedicado exclusivamente aos produtos regionais portugueses, o denominado “Mercado de Produtos Tradicionais”.

Pensando nos mais jovens, o CNEMA preparou ainda o Espaço Criança, onde os pais poderão deixar os seus filhos junto de monitores devidamente preparados para realizarem actividades com os mais pequenos. Entre estas actividades encontra-se a “Quinta do Arrife”, com a temática “Aprender a brincar”, conjugando a parte lúdica com uma componente educativa.

A 45ª Feira Nacional de Agricultura / 55ª Feira do Ribatejo, continua assim firme no seu propósito de ser a Montra por excelência Do Que Melhor se Faz e Produz no nosso País, apostando na inovação, na actualidade e na diversidade do mundo rural e agrícola.

 

1º Salão Nacional da Alimentação

Procurando alertar para a importância da alimentação saudável na qualidade de vida dos cidadãos, a edição deste ano da Feira Nacional de Agricultura contempla a realização do 1º Salão Nacional da Alimentação.

Neste espaço, para além de uma montra de produtos de qualidade nos sectores do leite e derivados, frutos, produtos hortícolas, bebidas, cereais e derivados, carnes, peixe, doces, compotas, méis, massas e pastas alimentícias, óleos alimentares, azeites, açúcar e derivados, os visitantes poderão ainda visitar uma área especialmente dedicada às entidades de investigação e de desenvolvimento de segurança alimentar.

 

2º Salão Nacional do Azeite

Após o sucesso da primeira edição, o CNEMA realiza este ano o 2ª Salão Nacional do Azeite onde apresenta uma mostra do melhor azeite produzido em Portugal.

No âmbito deste Salão vão-se realizar diversos seminários alusivos ao tema bem como cursos de iniciação de azeite.

É também durante este período que serão conhecidos os vencedores do 2º Concurso Nacional de Azeite e do Concurso Nacional de Packaging que este ano contou com 30 inscrições de todo o país pertencentes a 16 produtores entre os quais se encontram cooperativas, empresas e associações.

 

 


Portuguese Wine Fair / Festival Nacional do Vinho
Concurso Nacional de Vinhos Engarrafados

No âmbito da Feira Nacional de Agricultura o CNEMA realiza ainda o Portuguese Wine Fair | Festival Nacional de Vinho procurando retratar a produção Vinícola Nacional através da apresentação das principais denominações e marcas do sector e promover o encontro de produtores, empresas, técnicos, enólogos e curiosos.

Durante este certame serão ainda conhecidos os vencedores do Concurso Nacional de Vinhos Engarrafados 2008 – a decorrer de 13 a 16 de Maio – que tem por objectivo estimular a produção de vinhos de qualidade, dar a conhecer os melhores produtos vitivinícolas produzidos em Portugal e contribuir para a cultura do vinho.

Trata-se de um concurso nacional que traz retorno comercial para os produtores na medida em que lhes proporciona a presença de canais de distribuição de grandes dimensões.
 

publicado por ocheirodesantarem às 16:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. teste live

. O cheiro a silêncio em Sa...

. Debate EM DIRECTO entre o...

. Fotos 02/06

. Feira da Agricultura de 5...

. Deolinda em Torres Novas ...

. "Moranguitos" promovem tu...

. Bruno Nogueira filma "ske...

. Benfiquistas comemoram tí...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds