Terça-feira, 8 de Julho de 2008

"O início" de Ana Paula Nogueira

 

A exposição de arte plástica, intitulada “O Início”, de Ana Paula Nogueira encontra-se patente ao público, até ao dia 26 de Julho, na Casa Senhorial D’El Rei D. Miguel / Casa da Cultura João Ferreira da Maia, em Rio Maior.

 

Esta jovem artista, que utiliza na maioria das suas obras a técnica “Pastel Seco em Cartão”, inaugurou a exposição no dia 4 de Julho, acompanhada pelos seus mestres, os professores de artes Zoran Similjanic e Teresa Trialhos.

 

Nesta que é a primeira exposição de Ana Paula Nogueira, marcaram presença os vereadores Manuel Brites e João Teodoro Miguel, para além de convidados, amigos e familiares da pintora.

 

A exposição pode ser apreciada de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

 

publicado por ocheirodesantarem às 11:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Junho de 2008

“Caras baratas”, de Ana Zarka no Centro Cultural de Sardoal

São 18 peças, executadas com técnicas mistas (mosaico, cerâmica, madeira, elementos recuperados, etc.), que compõem a primeira exposição individual de Ana Zarka, que vai estar patente ao público no Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, entre 21 de Junho e 31 de Agosto.
Ana Zarka, nasceu em Moscavide, em 1957. É artista autodidacta, mas possui estudos literários na Universidade Sorbonne, em Paris. Expõe desde 2001 e já participou em diversas exposições colectivas em Paris. Em 2003 esteve presente em Abrantes.
A cerimónia de inauguração, com Porto de Honra, será levada a efeito, no Sábado, dia 21, ás 16h.30m, com a presença de Autores e entidades convidadas.
 

publicado por ocheirodesantarem às 20:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Objectivas Diferentes/Objectivos Iguais

 

A Colectiva de fotografia “Objectivas Diferentes/Objectivos Iguais” é inaugura sábado, 31 de Maio, às 17h00, na Galeria Municipal de Arte.
Esta exposição, integrada no programa das Festas de Abrantes, resulta do Encontro de Fotografia “Olhares.com”, realizado nos dias 16, 17 e 18 de Maio, que juntou amantes da fotografia à descoberta das melhores imagens no território do Concelho. Para além da história e do património edificado do centro histórico, as objectivas captaram motivos de interesse no vasto espaço natural, servido pelo rio Tejo e pela Albufeira de Castelo do Bode.

Até 27 de Junho podem ser vistas as fotografias de Ana Catarina Pereira, Ana Franco, Fernando Sá Baio, Nuno Eurico, Paulo Passos e Paulo Paulino.
A Galeria Municipal de Arte está aberta ao público, de quarta-feira a domingo, das 14h00 às 20h00.

publicado por ocheirodesantarem às 17:50
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Salomé Soares em Vila Nova da Barquinha

A Galeria de Arte do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha recebe uma exposição de pintura da artista Salomé Soares, de sexta-feira, 16 de Maio a 4 de Junho
16 Maio a 4 Junho. A expo pode ser vista, nos dias úteis das 14h00 às 17h30 e aos Sábados das  15h00 às 18h00.
 
Salomé Soares nasceu em Lisboa em 1955. Conclui o Curso de Pintura da Sociedade Nacional de Belas Artes e conjuga a sua actividade artística com a de técnica profissional de Educação pela Arte. Expõe os seus trabalhos desde 1987 e mais regularmente a partir de 1994, estando representada em algumas colecções particulares e ainda na publicação editada em 1999 pela Universitária Editora – “Os 50 anos de Pintura e Escultura em Portugal”.
Fundou recentemente, com um grupo de amigos um Centro de Artes – Energias Culturais – onde entre outras actividades dinamiza exposições colectivas.

publicado por ocheirodesantarem às 16:17
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

Encontro "Olhares" em Abrantes

Realiza-se nos dias 16, 17 e 18 de Maio, pretendendo atrair e associar pessoas de todo o país com gosto pela fotografia. Para além do factor promocional do concelho, o resultado dos trabalhos realizados culminará numa exposição “Olhar Abrantes” - a realizar na Galeria Municipal de Arte, de 31 de Maio a 27 de Junho.

O Encontro tem como tema “objectivas diferentes/objectivos iguais” e como alvo o território do Concelho. Para além da história e do património edificado do centro histórico, espera-se que as objectivas possam captar motivos de interesse no vasto espaço natural, servido pelo rio Tejo e pela Albufeira de Castelo do Bode.

A organização associou a iniciativa ao site “olhares.com”, por ser um domínio vocacionado exclusivamente para a fotografia, logo “ponto de encontro”universal de amantes desta área. Tem ainda a particularidade de ter associado um grupo muito significativo de utilizadores da região do Médio Tejo.

 

publicado por ocheirodesantarem às 16:45
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

Mário Tropa expõe “Interioridades”



A Exposição "Interioridades: Desenho e Pintura de Mário Tropa", na localidade de Castelo, Concelho de Mação foi inaugurada no dia 3 de Maio.

Numa tarde de primavera, na calma da aldeia de Castelo, debaixo das fantásticas palmeiras da casa que acolhia os presentes foi inaugurada a exposição de Mário Tropa.
O Vereador da Cultura, José Almeida, começou por explicar que aquando do primeiro contacto de Mário Tropa com a Câmara Municipal de Mação para fazer a exposição não havia sala de exposições disponível porque está a ser remodelada. Mário Tropa disse-lhe, então, que poderia conseguir o espaço, mas seria na aldeia de Castelo. José Almeida achou “interessante a ideia de se fazer uma exposição numa aldeia”. Na sessão de inauguração, afirmou que “ainda não vi a exposição, nem conheço o espaço, mas acredito que vamos ter uma surpresa muito interessante”.

Antes de abrir a porta da “loja” da típica casa de aldeia Mário Tropa preparou os presentes para a exposição. Começou por explicar que “o primeiro desenho exposto tem 44 anos e mostra a diferença, permite perceber a evolução que se consegue com o tempo”. Mário Tropa explicou também o tema da exposição “interioridades” e explicou que escolheu “interioridades porque tem a ver com o Castelo mas também com a minha própria interioridade”. Aqui foi definido um conceito para a exposição no sentido de que na interioridade “é tudo pensado, são coisas construídas com memórias do que vivi, são fragmentos, são colagens”. Feita a introdução à sua arte Mário Tropa deixou o desafio, que faz a todos quantos vão visitar a exposição, de que “não levem os títulos muito a sério, descubram cada um de vós o que os quadros e desenhos representam”. Deixou ainda uma pista a esta descoberta e disse que “aquilo que parece não é e aquilo que é não parece”.

A porta da “loja”, ou “aloja” como diziam os antigos, foi então aberta e entrou-se no espaço atelier de Mário Tropa onde os seus quadros preenchem as paredes brancas e amplas e onde, num canto, permanece, como que parada no tempo, uma lareira de chão, antiga, desactivada e a inspirar, também ela, histórias e “interioridades”.

Os quadros, com as suas formas e cores, aqueles “fragmentos de memórias” traduzem as interioridades de Mário Tropa e, naquela casa, daquela aldeia, merecem ser visitados e descobertos apelando, quem sabe, à interioridade de cada um.

Num excerto de uma carta de Franz Kafka a Oskar Pollak escolhido por Mário Tropa para o catálogo da Exposição lê-se “Quando estás na minha frente e me olhas, que sabes tu dos sofrimentos que estão em mim, e que sei eu dos teus? E se me atirasse aos teus pés falando-te de mim, que mais saberias do que o que sabes do Inferno quando alguém te conta que é quente e terrível?”. É um apelo à descoberta de “Interioridades”.

A exposição, que representa um desafio e se descobre com prazer, pode ser visitada até dia 31 de Maio, na localidade de Castelo, aos sábados e domingos, das 15h às 19 horas.
publicado por ocheirodesantarem às 19:21
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

“As Coisas Mais Belas” de Maria Monte

“As Coisas Mais Belas” de Maria Monte vão estar patentes ao público no Bar/Galeria do Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, a partir do dia 30 de Abril. A mostra composta por várias pinturas de óleo sobre tela é inaugurada às 21h30.

 

Os trabalhos apresentados são o resultado da experiência vivida pela artista no ambiente da dança. Cada uma das personagens destas pinturas, tal como a diferente linguagem pictórica com que são representadas, tem a sua individualidade em que o papel de cada um no contexto do bailado é fundamental para que se cumpra o objectivo final: a representação de momentos inesquecíveis.

 

“Tal como as coisas mais belas, o bailado é efémero; por mais vezes que seja representado, nunca será o mesmo”.

publicado por ocheirodesantarem às 08:16
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

O plano B da Ana Vidigal



Tenha sempre um plano B
é o nome da exposição de Ana Vidigal, que está patente ao público na Galeria Municipal de Arte, a partir de hoje, até 18 de Abril.

A inauguração é hoje, às 18 horas.

Esta exposição é uma cortesia da Galeria 111, da qual a artista é residente.  

Ana Vidigal nasceu em Lisboa em 1960. Concluiu o curso de pintura da Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Foi Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian (1985/1987). Fez estágio de Gravura em Metal com Bartolomeu Cid, Casa das Artes de Tavira (1989). Pintora residente do Museu de Arte Contemporânea – Fortaleza de São Tiago, Funchal (1998/1999), em 1995 foi convidada pelo Metropolitano de Lisboa para a execução de um painel de azulejos para a estação de Alvalade.

Em 1997 executou, a convite do Instituto Português do Património Arquitectónico, uma chávena em porcelana integrada no projecto “Um Artista, um Monumento”. Em 2002 executou, a convite do Metropolitano de Lisboa, vários painéis de azulejo para a estação de Alfornelos.

Em 2005 ilustrou o livro de poemas infantis “Como quem diz”, de António Torrado/Assírio e Alvim. 

A artista tem no seu currículo mais de uma centena de exposições individuais e colectivas e está representada em 16 colecções públicas.

Em 1982, recebeu o primeiro de muitos prémios: “Prémio Revelação de Pintura, III Bienal de Vila Nova de Cerveira”. Seguiu-se, em 84, o “Prémio Pintura sobre Papel”, I Exposição do Banco de Fomento Nacional”. 1985 é o ano em que recebe a Menção Honrosa, do “XVII Festival Internacional de Cagnes-sur-Mer”; Dois anos depois (87) é-lhe atribuída a Menção Honrosa do Concurso “Vila Simões”, (equipa dos Arquitectos Egas José Vieira e Pedro Ucha). Em 1992 recebe o Prémio “Aquisição” (Pintura), durante o Encontro de Arte Jovem (Chaves) e uma Menção Honrosa na “VI Bienal Internacional de Escultura e Desenho das Caldas da Rainha”. Em 1995 volta a ser agraciada, desta vez com o Prémio “Aquisição” (Pintura), Arte Jovem Maia 95. Em 1999 recebe o Prémio “Maluda” e em 2001 o prémio “EDP” (Pintura) – Casa de Serralves, Porto. Em 2003 é-lhe atribuído o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso. 

“Tenha sempre um plano B”está patente ao público no horário das 14 às 20h00, de quarta-feira a domingo.

publicado por ocheirodesantarem às 08:50
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Manuela Velez expõe em Barquinha

Exposição de Pintura de Manuela Velez na Galeria de Arte do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, de 19 Março a 19 Abril.

Manuela Velez nasceu em S. Martinho do Porto. Artista autodidacta, frequentou aulas de pintura com o mestre Michael Wieben.
Desde 1997 que Manuela Velez nos tem presenteado com diversas exposições um pouco por todo o País.
Segundo Serrão de Faria, “Manuela Velez, na inauguração do seu trabalho, mostra-nos imagens do seu quotidiano, que trazem a marca de todo o seu percurso: no azul dos céus citadinos, onde sopra serena a luz cerúlea da Praia de S. Martinho do Porto, vinda da sua infância. E sobre as paredes ocres das modernas urbes, sobressaem as cores quentes dos telhados, que vão de laranja a pálido, dos rosas, dos vermelhos, terras de Siena, até ao rouge de Venise”.
“(…) É este o seu mundo, é esta a sua cor, o seu modo de desenhar e colorir. A sua visão pessoal, que depois de interiorizada nos dá a conhecer nas suas aguarelas.”

publicado por ocheirodesantarem às 09:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 1 de Março de 2008

Exposição que celebra o dia internacional da Mulher


A Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha vai assinalar o Dia Internacional da Mulher (8 de Março), com uma exposição temática de bibliografia, a decorrer entre 7 e 11 de Março de 2008.
A iniciativa prevê também a oferta de marcadores de livros alusivos ao tema às leitoras.
Porquê o dia 8 de Março? Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de de Março como “Dia Internacional da Mulher”. De então para cá o movimento a favor da emancipação da mulher tem tomado forma, tanto em Portugal como no resto do mundo.
Com a celebração deste dia pretende-se chamar a atenção para o papel e a dignidade da mulher e levar a uma tomada de consciência do valor da pessoa, perceber o seu papel na sociedade, contestar e rever preconceitos e limitações que vêm sendo impostos à mulher.
Horário:

Dias úteis: 09h00 - 12h30 / 14h00 - 18h00
Sábados: 10h30 - 12h30 / 14h00 - 17h00

publicado por ocheirodesantarem às 09:01
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Alcanena com exposição so...

. Fados e café com Fernando...

. Almeirinense com mais de ...

. Fernando Pessoa em exposi...

. Portugal Europeu: Meio sé...

. Coisas Simples de Nini

. Os segredos das fontes de...

. Exposição solidária em Ri...

. Ruy Belo na Biblioteca de...

. O património da Glória do...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds